domingo, 27 de janeiro de 2008

Nite & Day


*Pessoas, a moda é uma coisa engraçada né? Quem merece a cintura alta? Me fala, QUEM???? Meu Deus que Coisa feia! Se bem que gosto é que nem c*, cada um tem o seu né; mas como o blog é meu e eu faço o que quiser; eu vou ser bem parcial MESMO. Nunca vi ninguém usando nas ruas, mas vi famosas nas revistas, na TV usando essa abominação. Gente, desculpe, é muito feinha... Ui, chega dói! Não tem modo correto de usar a cintura alta; ela NÃO é correta! O correto é não usar! Já disse uma vez, muito anos 90 pra minha cabeça. Mesmo com a Glorinha Kalil (hum, que íntima kkkk) dando o aval no Fantástico não vai dar. Sorry. Daqui a pouco vão ressuscitar as calças bag e semibag. Ugh!

*Ainda falando sobre moda: acho lindas as blusas soltinhas, bem amplas, de malha sabe. Mas tem umas que são assim, vou tentar explicar... Amplas, compridas, terminando em balonê, com as mangas quase no cotovelo, também terminando em balonê, entendeu? Na moral, se tu sai com uma parada dessa no carnaval de rua aqui no Rio, vão pensar que tu é bate-bola. Se botar uma máscara então...(Se você for bem feia, não precisa nem de máscara kkkkkk...)
*De manhã a cabeça tá mais livre; Artur tá dormindinho e Dani vendo fotos.

*Falando nisso, ontem de noite o Artur me sacaneou legal!! Se eu não estivesse na frente dele, ele chorava. Chorava não, gritava. Não, ainda não é gritar, ele BERRAVA!!!!!! Muito!!!! Parecia que eu tava matando o menino!! Credo, criança desesperada, sô!!! Imagina, das oito da noite até umas dez, dez e meia nesse esquemão; só Jesus na fita mesmo!!!!
*Agora de manha a Ana Maria Tava falando sobre ratos (eca!). Disse que, na cidade de São Paulo, a proporção chega a oito ratos por habitante!!! Imagina uma coisa dessas! Aqui no Rio não deve ser diferente não; quem quiser eu dôo a minha parte.
Uma vez apareceu um camundongo em casa, quando ainda morava com a minha mãe. Foi um pererê; todo mundo com medo do rato, quem ia dar um jeito??? O detalhe é que estávamos sentadas no chão, eu, minha mãe e minha irmã (acho), e o Matheus ainda era pequenininho, deitadinho num lençolzinho também no chão. Não é que as marmanjonas subiram na cama e deixaram o menino no chão???Kkkkkkk...... Bom, no fim eu que matei o bicho, não sem antes xingar muito o rato e toda sua família.....
Outra vez apareceu um rato de tamanho standard aqui em casa. Eu deixei um saquinho com lixo na área ali fora (eu juro que você tá vendo a área ali fora) e tava arrumando a cozinha. O Matheus (sempre ele, coitado) tava no terraço, brincando. Ele devia estar com uns 8 anos acho, eu ainda não tinha o Dani. Aí, colega, eu vi o rato mexendo no saco de lixo e dei um gritão, eu fui ligar pro meu marido, como se ele pudesse resolver alguma coisa, você jura né?
"Ni qui" eu gritei, acho que o rato também se assustou ('meu Deus, que mulher estressada!') e subiu a escada pro terraço pelo corrimão, pense! O Matheus, então, não queria descer do terraço de jeito nenhum, pensando que poderia encontrar o rato pelo caminho, kkkkk.....
O pior foi ele me gritando "ô mãe, vem aqui me buscar então" e a mãe desnaturada com o c* na mão morrendo de medo "não precisa não, filho, pode descer que o rato já foi embora!"; kkkkk....
*O hematologista do Dani é ótimo, gostei muito dele. Me explicou as paradas do exame direitinho, falou que ele (o Dani) tava tomando uma subdose de sulfato ferroso e passou uma nova dose e uma dieta rica em ferro: vísceras (coitado do menino, vai ter que comer fígado, moela e coração); frutas cítricas (vitamina C ajuda na absorção do ferro); folhas verdes cruas, como alface, agrião, couve; folhas cozidas, como espinafre, brócolis, repolho e muitos legumes.
É bom também evitar tomar leite próximo das refeições de sal, comer a salada junto com a carne (carne com folhas só se estiverem cozidas) e comer banana na comida, porque ela tem tanino que prejudica a absorção do ferro.
Ele também recomendou que o Artur já comece com sulfato ferroso, pra evitar uma anemia como a do Dani, ferropriva.
*A fonoaudióloga também é muito boa, e ontem já começou com a fonoterapia. Vai ser mais ou menos o seguinte: puxar bastante o Dani pela conversa, fazendo ele falar (mais ainda, Cristo?), dar aquelas revistas de colorir, pra ele melhorar a coordenação motora fina, e também trabalhar o espaço corporal, já que ele vive se batendo por aí ! (Puxou quem será, Gomes?). Dani gostou muito, eu também. Vai ser toda segunda feira. Agora, quando minhas aulas começarem, vou ter que mudar o horário da fono pra mais tarde um pouco, porque vou sair do Fundão à uma da tarde, correr pra casa, pegar o menininho e levar pra Barra.
*Percebi que uso muito "tava" e "pra". Vou continuar usando assim mesmo, é mais fácil.
*Música de hoje: "Nite & Day", Al B. Sure.

Um comentário:

Lets disse...

Bia, mule macho sim senhor! Mata ate rato!! Uma vez entrou um aqui em casa tb, eu era crianca, meu pai foi(morrendo de nojo)matar.hahaha

Eu rio MUITO com o "niqui"

Boa sorte no tratamento do Dani, espero que ele fique 100%rapidinho!

Calca bag, Jesus, o que era aquilo???? Eu devia parecer um palito enrolada num saco com barbante na cintura. hahahahhaha