sábado, 15 de novembro de 2008

Garantindo o leitinho das crianças



*Sexta-feira a noite, minha avó liga pra minha mãe:

"Ô Cé; deu na televisão que o Carrefour vai fazer promoção do leite amanhã; vai tá R$ 0.98. Compra uma caixa de desnatado pra mim e duas do normal pro Rique?"

(Cé, no caso, é minha mãe; Rique é meu sobrinho filho da Tatchiiiiii.)

Daí vem minha mãe e diz que o leite vai custar noventa e oito centavos na promoção do Carrefour amanhã. Beleeeeeza, o leite que comprei na promoção do Extra dois meses atrás já foi-se; tava mesmo esperando um ofertão.

Combinamos então, eu e a Cé, de irmos ao Carrefour depois que ela chegasse do rádio.
(Oi?, vamos fazer um jabá sim? Minha mãe tem um programa na Rádio Betel FM, www.jesusemprimeirolugar.com.br, todo sábado das nove às dez da manhã).

Dez e quinze, eu e Gomes a postos, com os pitocos.Vamos ao mercado.

Chegando lá, muita gente já saindo com caixas de leite. Hum. No corredor do leite, "O" furdunço. Também né, vamos combinar; 0.98 centavos né?

Tinha uma plaquinha lá dizendo "uma caixa por compra". Rá; cê jura que eu saí de casa pra comprar duas caixas (com 12)? Valeu mano; catei 3 e botei no carrinho; Gomes fez o mesmo, minha mãe também.

Começamos a traçar estratégias pra passar esse carregamento nos caixas: "Você passa uma e me espera lá fora, daí eu passo outra e a gente vai revezando, etc etc etc", e fomos indo. Minha mãe já foi passando na frente; e depois ela nos relatou o seguinte:

"Eu tava na fila quando a moça do caixa disse que seria uma caixa por cliente, mas de marcas diferentes. Fui lá, troquei uma caixa e larguei outra. Depois poderia levar uma de cada marca e uma de leite desnatado, niqui eu fui lá de novo e peguei de volta a caixa de desnatado. Enfim, um vai e volta. Cada hora o pessoal falava uma coisa."

(Detalhe: as marcas em promoção eram as genéricas, também apelidadas pelo meu irmão de "leite Paraguaçu Tetéia". Tudo que não é Parmalat, Elegê ou Batavo, pra ele é Paraguaçu Tetéia.)

Bem , ela conseguiu.

Assim que ela passou, eu liguei pra ela pra mór dela passar mais duas caixas minhas. Lá foi a pobre voltar pro mercado, catar mais duas caixas e voltar pra fila.

Nisso eu já tinha pego duas caixas, de marcas diferentes, e tava já na fila. Dali um tempinho, a caixa fala: "Olha sóam, só vou passar uma caixa por compra.", e eu "De marca diferente?", e ela "Não, mas pode ser uma de integral e uma de desnatado."

Ai cacetinhos com asinhas cravejadas de esmeraldas, já pensei "vou rolar no chão com a caixa, mas passo meus leites, rã se passo!", e já tava pensando num barraco básico que ia armar no mercado, meus sais.

Bem, o rapaz que tava na minha frente esperava pelo pai, que me chega com 2 caixas de desnatado. Adivinha? É isso mesmo, trocamos uma de integral por uma de desnatado e ficamos de devolver tão logo passasse no caixa. (Pense, tudo isso pra comprar leite.)

Gomes também estava em outra fila, também na dúvida 'passa ou não passa duas caixas?'

Passei as caixas, desfizemos a troca, eu o senhorzinho da frente, e fui esperar o Gomes na outra fila.

Lembre, o mercado lotado, eu, Gomes, Dani, Tutu (que a essa altura sonecava que ele não é bobo) e minha mãe.

Faltando duas pessoas pra passar na frente dele ele me diz "Dani quer fazer cocô".

STOP for a moment:
Uma das coisas que mamães e papais devem saber é que seus pimpolhos risonhos e graciosos, sim, seus pitocos mimosos, vão querer fazer suas necessidades nos lugares e horários mais impróprios.

No caso do Dani, tadim, ele tá com uma leve diarréia; teve momentos de rei na madrugada, enfim.

E daí que, nesse momento do mercado, ele quis fazer cocô.

GO AGAIN!
Deixei Tutu no colo da minha mãe (que será canonizada dentro em breve), e fui rapidim com Dani pro banheiro; que sempre é do outro lado do mercado.

Chegando lá, o bichinho num guentô, manjas; sujou cueca e short.

Eu no celular:"Jal, Dani sujou a roupa toda; que que eu faço???"

Gomes:"Vou lá pegar um short e uma cueca; eu passo no caixa e levo aí."

Relatou-me minha mãe mais tarde que o coitado saiu que nem um azougue mercado afora pra pegar as roupinhas pro Dani.

Ok, Dani termina a obra e ficamos lá no banheiro; ele de camiseta do Homem Aranha e um sorrisinho e eu devidamente vestida, claro, sou mulher de respeito.

Dali uns 15 minutos chega minha mãe, correndinha, trazendo a roupa pro menino vestir numa mão e Artur com cara de maroto na outra, que ele já tinha bem acordado.

Detalhe: na correria pro banheiro o Dani perdeu um pé do chinelim, que não foi encontrado.

Bom, menino vestido, leite comprado, apupos mil, uma hora e quinze depois nos sentimos contentes e fomos pra casa, na certeza de ter cumprido a missão: garantir o sagrado leitim das crianças.

Ah, te contei que comprei meia dúzia de caixas (com 12 cada)? Então. Cê jura que eu ia passar um perrengue desse pra comprar 12 caixinhas de Paraguaçu Tetéia né?

6 comentários:

SILVIAPARAGUASSU TETÉIA disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAH



AVENTURAS DA FAMÍLIA BRASIL!!!


AMEIIIIIIIIIII

Anônimo disse...

Bia maluquinha, ontem estava o comput ligado e aberta à página do seu blog, advinha quem ficou xeretando e dando risada??
O maridão, ele amou seu blog.... Vou contar pra ela heim??? Ele começou a rir.
6 caixinhas de Paraguassu tetéia??
Menina tu vai pro céu
Elaine (Nane)

Bia, Desperate Housewife disse...

SIL, depois que a gente tem filho; a gente desce do salto geral né?

NANEZITA, manda um abraço pro marido, moço de bom gosto (hohoho).

Até tirei foto das caixas de leite, já já eu posto.

Deh disse...

Ô mina, isso de Paraguaçu Tetéia é a coisa mais engraçada que ouvi nos últimos dias, eu tva mesmo precisando duma sessão de risaiada na maré fedida e borbulhante que anda molhando meus pezinhos e joelhinhos e pescocinho...hihihihihihihi
Beijão!

Bia, Desperate Housewife disse...

DEH, vc tá sumida fióta???? Joga diabo verde nessa maré fedorentam pelamor!!! Bjoss!!

Elisa disse...

Bia, fazendo falcatrua para comprar leitinho paraguaçú tetéia... Adoro ler isso aqui!