quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Olha só quem chegou!


(figura daqui)

Ela!

A regra! (como diriam os antigos).

Fato é que ultimamente tenho sentido dores, pernas pesadas e coisas do tipo. Ontem me deu uma enxaqueca nojenta; fui deitar era nem nove da noite, com um ormigrein nazideia. Quando foi dez e pouca acordei, a mesma dor. Tomei outro. E hoje de manhã a novidade.

Eu, bicha parideira que FUI (note a maiúscula, FUI), já andava desacostumada desse tipo de fenômeno fisiológico, haja visto ter pego a última barriga quando Artur tava com 1 ano. Antes disso a amiga tinha me visitado umas 2, 3 vezes só. Quer dizer: Artur nasceu, menstruei 2, 3 vezes, Veio o Bruno e cá estamos. Praticamente desde 2006 sem isso. Olha que eu nem senti falta.

Agora veja como tudo pode complicar:
- já estive barriguda sem ajuda pra dar conta de casa e meninada;
- depois veio a Raquel e eu só tinha que dar conta de meninada; mas com um humor alterado;
- logo Raquel teve que ir e fiquei só pra dar conta de casa e meninada de novo, dessa vez com um plus de um menino pequeno, Bruno;
- agora tenho que dar conta de casa e meninada com enxaqueca mensal. Ó só que alegria.

E não me vem com esse papo de "não quer, pega barriga de novo" que eu conheço um pessoal aqui que some com você da face da Terra sem deixar rastros.


* Vou ali servir um strogonof de MILHO com frango pros meninos tá? Que eu tenho horários a cumprir.

2 comentários:

léia freitas disse...

sempre leio teu blog e sei que você vai dar conta do recado mesmo com a dita todo mês. tu é gurreira muié!
cheiro na gurizada.

Patrícia Angélica disse...

Eu acho um barato esse seu jeitinho de encarar a vida!!! Vc vai dar conta sim! Tenho certeza!

Beijos