quarta-feira, 30 de março de 2011

Ai, tarefa!

*Todo dia o Dani traz uma folhinha de tarefa de casa. Como a dificuldade dele é escrever (uma frase, um texto pequeno etc), a maioria das tarefas é pra ele escrever.

Tem sido bem complicado, porque ele já é meio preguiçosinho pra isso; quando falo na tarefa ele já vem "ah, depois eu faço". Quando vai começar já fala que não vai conseguir, que não sabe etc.

Eu e Gomes gastamos nossa saliva, dizendo que sim, ele consegue, que ele é capaz, inteligente e esperto, que vamos ajudar.

Hoje cedo conversei com Daniel; disse que ele a tarefa ia ajudá-lo a escrever e ler, que não podia deixar pra depois sempre, que eu ia ajudar quando precisasse.

Mudei a mesinha e a cadeira dele pro corredor que chamo de cozinha (mini) e, enquanto eu fui arrumando meu almoço fake, ia vendo menino fazer tarefa.

Ticontá. Estou me tornando uma MONJA. Já não sei de onde sai tanta paciência, meu Brasil varonil.

A tarefa era inventar uma poção mágica, e escrever nos moldes duma receita: ingredientes, modo de preparo, rendimento e pra que serviria a poção.

Eu não dei resposta nenhuma, não disse qual letra vinha depois de qual; só ia sinalizando quando faltava alguma letra (mas não dizia qual) e onde tinha que deixar espaço, pular linha etc.

Mas foi assim:

"BANANA > BAAAAAAAAAAAAA.... O que forma o "BA", Daniel?"

"O 'B' e o 'A'!"

"Muito bem! Depois do BA vem o que?"

"Huummm.... O NA!"

"E o NA, como é?"

"Huummmm..........."

"NAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA...."

"É o 'N' e o 'A'!"

"Isso mesmo!"

E assim com todas as palavras. Menos o título, "A Poção Mágica", que ele escreveu sozinho ('POSÃO') e eu fiquei orgulhosa *.*

E ficou assim:


"A Posão (poção) Mágica

Ingredientes
* 1 bala
* 3 coleres (colheres) de mel
* 1 banana
* 1 bola de coco (gente, não sei que raio é isso, mas se ele falou tá falado)
* 2 cops (copos) de lete (leite) de soja

Modo de fazer
Pica a banana
Corta a bola de coco
Colocar tudo na forma
Asar (assar) no forno por 4 minutos

Para 10000 (ele disse MIL) psesosa (pessoas)

Para as pessoas adarem (andarem) rápido"


Eu anoto do lado com letrinha o que fica meio difícil de entender, pra professora ver o que ele precisa melhorar.

EU SEI que tá tudo meio difícil de entender =oP mas eu entendo a letrinha dele, né. E sabe, tô contente. Apesar do desgaste (porque tem, como tem), ele tá progredindo.

(Mas, gente, onde vende paciência por quilo; tô precisaaaaada!)

17 comentários:

Jane Murback disse...

ô coisa fofa ver filho escrever, mesmo se isso custar uns 30 partos sem epísio heim nega!
Parabéns pra vocês, com certeza né mole não.
Em tempo. Que coisa difícil inventar poção, eu mesma ia ter que pensar um tempão e não poria tantos ingredientes assim! Achei digno.
Bjo

Disfarçada disse...

Quando vc descobrir aonde vende paciência, pelamordedeus me avisa!
Uma fofura ele. No tempo certo ele vai se superar, vc vai ver.
Bjos

Mila disse...

Uma das coisas q eu aind apretendo aprender na vida é como alfabetizar alguém.
Vejo minha irmã se esganando aqui com minhas sobrinhas, eu ajudo, tento, mas elas ainda trocam letras e cometem os mesmos erros. Tem q ter muita paciência e amor!

Fala, Mãe! disse...

ahahahha que fofo, bia! Adorei a "posão" mágica rs.. E compra logo 10kg da paciência se achar por aí que a gente racha rs
beijo

Renata disse...

Olha, se souber onde vem a paciencia me avisa por favor? Meu filho tem 4 anos, a escola tem mandado lição (coisas simples, como pintar, colar)e é um parto pra fazer! No caso é porque ele quer fazer tudo, menos a tarefa.
Parabéns ao progresso do seu filhote, devagar ele chega lá! bjs

Juliana disse...

ô, coisa mais linda esse Daniel!
Só não preparo essa poção porque é muito doce , e eu prefiro salgados. Mas que eu preciso, preciso. ando bem devagarinho! =)
Beijo

Maiby Martins disse...

leva o menino a uma boa fono, pode ser que ele seja disléxico. minha filhota tinha essa msm dificuldade e só descobri depois da passada na fono.
bejins

bolsinhaprada disse...

Imagino eu que a bola de coco seja o coco em si, que tem formato de bola. e tem que abrir porque o lado de comer é o de dentro...

Pede pra ele mandar poção pra mim, que eu preciso?

beijo beijo

Anônimo disse...

tão bom acompanhar o progresso dos filhos de perto. fofura de mãe e filho na cozinha.
ps. quando começam suas aulas?
madoka

Fernanda Iasi disse...

Adorei, vou te acompanhar.

Estela disse...

KKKKK! É duro, gata!!! Acampamento Zen pra vcs... Lê lá no meu blog!
Bjos!!

Roberta disse...

Bia,, fiquei aqui lendo "posão" do Daniel e me emocionei.. é tão lindo criança em fase de alfabetização!Que sorte tem o Daniel por ter uma mãe disposta a educar!

Quanto a sua paciência, não sei onde vende não, mas vc tá mandando muito bem!

Beijos em todos, saudades.

liasergia disse...

Ih, menina... O negócio é rezar pra fazer da preguiça não durar até o último ano escolar. hahahaha

E Luisa que tava querendo aprender desde o ano passado?

Este ano estou começando a ensinar as sílabas, porque alfabetização, de fato, só na 1ª série, e na pública se entra na 1ª com 6 anos.

Olha... Mesmo com ela pedindo e querendo, tem que ter paciência. hahaha

Professoras são anjos! ANJOS!!!

Quero ver é se ela vai continuar nessa disposição toda... A preguiça sempre chega. :/

DaniMoreno disse...

gêmula... qdo encontrares paciência por quilo me avisa!!! Tô precisada de uns 200 kg!!! rsrs

beijinhos

Gisa disse...

Querida, onde a gente busca paciência eu não sei mas posso te contar o resultado: minha filha é disléxica. E perdeu o pai no que era na época a primeira série ou seja. tudo para que não desse certo. Foram anos e anos eu trabalhando fora pra sustentar a família e chegar em casa e "brincar" com ela com letras e cores. Anos e anos gravando para ela a matéria que estava nos livros para que ela pudesse assimilar.
Ela se esforçou muito. Nunca repetiu de ano. Mais de um médico neurologista me garantiu que ela nunca passaria da então oitava série. Ela passou. E chegou ao terceiro colegial e passou no vestibular.
Ok, ela não fez direito ou medicina, mas fez gastronomia e é feliz.
Está morando e trabalhando nos USA e faz cursos para quando voltar ao Brasil abrir seu buffet.
Eu não sei onde a gente busca forças ou paciência mas a recompensa eu sei como vem. O orgulho de ver que a gente brigou e lutou e eles entram com o esforço deles e todo mundo ganha, como numa equipe. E cada vitória deles é como se o nosso coração fosse explodir de orgulho.
Isso... mais nada no mundo pode nos oferecer.

Flavia Mãe do Arthur Christian disse...

Amiga, saudades antes de tudo...

Acho que a Bola de Coco era bala de coco...

bom, que bom que ele está evoluindo, olha, eu não tenho postado muito, alias,sem tempo direito até para entrar na net, mas eu sempre que entro dou uma fugidinha para cá para ler vc...rs...


Bjsssssssssssss

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis roma
http://preciocialisgenericoespana.net/ comprar cialis